8 dicas para reduzir custos no seu negócio

8 dicas para reduzir custos no seu negócio

13/04/2015

Muitas vezes a saúde financeira das empresas só recebe atenção especial quando dá sinais reais de enfraquecimento. Isso pode ser evidência de uma má gestão básica dos recursos e pode levar ao fechamento prematuro do seu negócio. Nem sempre é necessário tomar providências drásticas para salvar a economia do seu empreendimento. Quando o controle financeiro é eficiente, os déficits podem ser previstos e as medidas a serem tomadas serão menos invasivas. Então, para prevenir riscos e te alertar sobre as melhores práticas para reduzir custos no seu negócio, preparamos este post com 8 dicas que para a boa empregabilidade de do capital da empresa, mantendo assim a economia dela sempre saudável. Confira!

Mapeie o gastos

A primeira providência a ser tomada é conhecer a fundo o financeiro da sua empresa. Recolha todas as informações sobre gastos e ganhos, crie uma planilha e estude todos os valores. Coloque na planilha tudo, absolutamente tudo que a empresa gasta e analise o que pode ser descartado. Separar o que é acessório do que é essencial pode ser a parte mais difícil desse processo, mas é imprescindível para a redução de custos. Depois de definir o que pode ser cortado, comece a pensar no que pode ser reduzido e priorize sempre os cortes e reduções que causarão o mínimo de impacto pois, dessa forma, você não assusta os funcionários e nem compromete a qualidade dos produtos.

Defina metas

Geralmente as empresas se prendem às metas de aumento de vendas e esquecem de estabelecer metas também para a contenção de gastos. Instituir objetivos para a adequação de custos é muito importante para planejar as finanças e saber quanto dinheiro poderá ser poupado e, principalmente, investido em setores que farão a empresa gerarem ainda mais lucros.

Faça orçamentos

Ainda que você tenha um fornecedor habitual, não abra mão de fazer sempre novos orçamentos. Pesquisar preços é um tarefa chata, por isso é normal se acomodar com o fornecedor que nos parece mais simpático ou que, numa primeira pesquisa, nos oferece o menor preço. Porém, o mercado está em constante mudança e há sempre a possibilidade de encontrar preços melhores.

Esteja atento aos pequenos gastos

Água, energia elétrica, internet, materiais de escritório e descartáveis: tudo isso deve ser levado em consideração na hora da redução de custos. Geralmente, essas despesas obrigatórias são as que mais pesam na hora de acertar as contas. Fique atento aos desperdícios, reduza o máximo possível o uso de papel e descartáveis. Conte com a ajuda dos funcionários e colaboradores, estimulando o uso consciente de energia e de água.

Centralize as compras

Centralizar o departamento de compras é essencial para manter o controle sobre o que está sendo adquirido. Isso evita compras repetidas, garante descontos em compras grandes e ajuda no planejamento de controle de perdas. Lembrando sempre que é mais fácil administrar o que entra e o que sai por meio do controle.

Examine os estoque

Esteja atento aos produtos que ficam parados no seu estoque. A demanda do mercado muda, por isso é necessário que sua equipe de compras perceba o que perdeu rotatividade e ficou emperrado no estoque. O capital aplicado em produtos que não tem giro traz prejuízos, pois além de não render, gera mais gastos com armazenamento. Planeje suas compras de acordo com suas vendas!

Cuide do atendimento ao cliente

Essa dica não é diretamente relacionada ao corte de gastos, mas no reflexo que isso pode ter nas suas vendas. Ao planejar os cortes, é imprescindível que isso não afete a qualidade dos produtos ou o atendimento aos seus clientes para que eles não tenham uma percepção negativa da sua empresa. O bom atendimento ao cliente deve continuar sendo sua melhor prática.

Contrate uma contabilidade

Manter uma equipe própria de contabilidade dentro da sua empresa pode custar muito caro. Além dos gastos de praxe com serviços contábeis, isso vai demandar custos de vínculo empregatício. Além da redução de custos, contratar uma contabilidade terceirizada traz outros benefícios. Você evita questões trabalhistas, pode contar com profissionais com visão ampla que podem apresentar soluções diversificadas e criativas e reduz seu investimento em contabilidade. As práticas que mencionamos devem ser incorporadas no dia a dia da empresa, se transformando em rotina, bem como os benefícios trazidos por elas. Você conhece mais alguma dica para acrescentar em nossa lista? Ainda tem algum dúvida? Escreva e deixe seu comentário participando da conversa.