Sistema de Gestão Integrado

Entenda qual o melhor sistema de gestão para sua empresa

Encontre a solução ideal para o seu negócio

Entenda qual o melhor sistema de gestão para sua empresa

Os sistemas Resulth da ATS acompanham o crescimento das atividades da sua empresa. São sistemas integrados, de rápida implementação, fácil utilização e excelente custo-benefício.

Solicite um orçamento

Encontre a solução ideal para o seu negócio

Entenda qual o melhor sistema de gestão para sua empresa

Agilize e simplifique as operações da sua empresa com as soluções ATS. Elas vão ajudar você nos principais desafios do dia a dia da sua gestão.

Solicite um orçamento
BLOG

Classificação ABC para estoques: entenda o cálculo e sua importância

Tempo de leitura: 6 minutos Um dos maiores desafios dos varejistas é gerir o seu estoque de maneira eficiente. Afinal de contas, ele geralmente representa o maior investimento do negócio e o controle deve, consequentemente, ser a sua maior prioridade. O gerenciamento eficaz não apenas impacta no armazenamento, mas também nas vendas e no corte de custos desnecessários.
Classificação ABC para estoques: entenda o cálculo e sua importância
Marketing ATS
Marketing ATS
Tempo de leitura: 6 minutos

Quem lida com a gestão de um negócio, principalmente na área do varejo, com certeza já ouviu falar na Classificação ABC – ou curva ABC de estoques –, não é mesmo? Esse método leva em consideração o Teorema de Pareto, que diz que 20% dos fatores são responsáveis por 80% dos resultados. Essa proporção foi adaptada para diferentes áreas de conhecimento e, na gestão de estoques, isso não foi diferente.

Estudando sobre a teoria fica fácil entender por que ela é tão discutida no meio da administração e da gestão. Se bem aplicada, poderá trazer resultados financeiros benéficos que todos os empreendedores buscam para seus negócios. A boa notícia é que, embora ela pareça ser bastante complicada, com um pouquinho de estudo é possível dominá-la e aplicá-la com excelência.

É isso que veremos por aqui! Continuando a leitura, você poderá aprender junto do Blog ATS o que é a classificação ABC, como aplicá-la em seu estoque e conhecer os seus efeitos no resultado de um negócio. Basta continuar nesta página e conferir todo esse conteúdo.

E se você precisa de ajuda com a gestão do estoque, temos certeza de que achará úteis as dicas disponíveis no texto Como usar a gestão de estoque para adequar sua empresa à demanda do cliente. Que tal conferi-lo depois?

O que é a Classificação ABC de estoques?

O que é a Classificação ABC de estoques?

A curva, ou classificação ABC, é um método que teve origem a partir dos estudos do italiano Vilfredo Pareto, criador do Teorema de Pareto. Estes estudos, feitos primeiramente na área da economia, mostraram que 20% da população detinha 80% das riquezas. Após essa observação feita pelo economista, a mesma proporção foi observada em diferentes áreas de conhecimento e, com isso, foi criada a Curva ABC.

Seguindo esse mesmo preceito, a classificação ABC de estoques define que 20% dos produtos guardados em um estoque são, geralmente, responsáveis por 80% do faturamento. O nome “ABC” é utilizado pois cada uma dessas letras representam os itens estocados da seguinte forma:

  • Grupo A – representa em média 20% dos itens em estoque e 80% do seu valor. São considerados imprescindíveis, podendo afetar bastante o faturamento da empresa em caso de falta.
  • Grupo B – representa em média 30% dos itens em estoque e 15% do seu valor. São considerados importantes, pois sua falta pode não afetar o negócio a curto prazo, mas certamente causam impacto no faturamento.
  • Grupo C – representa em média 50% dos itens em estoque e 5% do seu valor. São os itens em maior quantidade, porém com retorno menor para o negócio. O impacto no faturamento desses itens é menor e ocorre a longo prazo.

Agora que já entendemos como o método funciona, você provavelmente está se perguntando como fazer essa classificação no estoque de sua empresa, certo? Para isso, utilizamos o cálculo da curva ABC. Veja a seguir:

Como calcular a curva ABC?

O primeiro passo para calcular a curva ABC é definir o período de análise com o qual você irá fazer seus cálculos. Uma boa margem são os últimos 6 meses de vendas. Definindo dessa forma, você deverá levantar todo o seu controle de estoque dessa janela de tempo e registrar, em uma planilha, os seguintes dados:

  • nome do produto;
  • preço unitário;
  • quantidade vendida;
  • e valor das vendas.

É importante também inserir uma última linha para realizar a soma do total de vendas que seu negócio teve com todos esses itens em estoque. Feito isso, você poderá organizar a sua planilha em ordem decrescente, com os itens que geraram maiores valores de venda aparecendo em primeiro.  Com os dados organizados dessa forma, basta fazer o cálculo da porcentagem que cada um deles representou na sua receita.

Para calcular a porcentagem, utilize uma fórmula parecida com essa:

  • (Valor total das vendas de um produto)  x 100 / (Valor de todas as vendas do período)

Descobrindo a porcentagem de participação de cada produto no valor total de suas vendas, você poderá classificá-los em cada um dos grupos (A, B ou C). Por exemplo:

Banners reposição de estoque
  • Grupo A (em média 20% do estoque) – Produto 3 – 30,50%
  • Grupo B (em média 30% do estoque) – Produto 5 – 27,69%
  • Grupo C (em média 50% do estoque) – Produto 1, Produto 2, Produto 4 –  41,81%

Os efeitos da classificação ABC nos resultados de um negócio

Os efeitos da classificação ABC nos resultados de um negócio

Para muitos, implementar a classificação ABC em um estoque pode parecer algo muito complexo e trabalhoso. Se você também pensa dessa forma, é bom repensar! Se bem aplicada, essa metodologia poderá garantir benefícios em diferentes áreas do seu negócio, como a financeira, a de marketing e na otimização de rotinas do estoque. Veja a seguir os principais resultados que essa ação pode gerar:

Melhorias no giro de estoque

“Estoque parado é prejuízo”. Você com certeza já ouviu isso, não é mesmo? Pois saiba que essa é uma afirmação corretíssima. Em qualquer segmento de mercado, ter mercadorias paradas nunca é benéfico para o negócio. Afinal, isso significa que boa parte dos recursos da empresa estão parados, com o perigo de se deteriorarem e causarem prejuízos.

Por esse motivo, entender e aplicar a curva ABC em seu estoque será de ajuda para encontrar quais são essas mercadorias que tendem a se acumular no estoque e definir estratégias que garantam a sua movimentação.

Informações concretas para o departamento de compras

Informações concretas para o departamento de compras

Quem também se beneficia da classificação ABC é o departamento de compras de uma empresa, pois com os dados gerados pela classificação será possível ter informações concretas sobre a realidade do estoque e as necessidades do negócio. Com isso, é possível fazer aquisições mais estratégicas e inteligentes, sem desperdiçar os recursos financeiros do negócio com “tiros no escuro”.

O departamento de compras munido de dados precisos gerados pela classificação ABC poderá, por exemplo, entender qual é o momento exato para fazer a reposição de estoque de cada um dos grupos de mercadorias. Saiba mais sobre isso conferindo a leitura do post “Quando e como realizar a reposição de estoque?“.

Aumento da saúde financeira do negócio

Um benefício bastante claro que é observado após a implementação da curva ABC em um estoque é o seu impacto nas finanças da empresa. Isso porque o estoque será melhor gerido e, como citado, a taxa de mercadorias paradas, acumulando poeira, poderá ser diminuída. Isso fará com que o giro de caixa também se mantenha com uma boa constância, o que permitirá ao negócio fazer transações que antes não eram possíveis.

Maior assertividade nas ações de marketing e propaganda

“Propaganda é a alma do negócio” é outro jargão do mundo dos negócios que você já ouviu muito por aí, não é? Mais uma vez os dizeres estão certos, pois é com uma propaganda assertiva que se torna possível conquistar o público que gera uma receita maior para o seu negócio. Uma maneira de fazer isso é, também, implementando a classificação ABC no seu estoque.

Pense bem: se conseguir identificar quais são as mercadorias de seu estoque que mais geram vendas e aquelas que demoram mais para sair, será possível desenhar estratégias de marketing voltadas para intensificar as vendas desses produtos nos momentos mais oportunos para isso em seu negócio!

Como implementar a classificação ABC em minha empresa?

Já entendemos o que é a classificação ABC, como é realizado o seu cálculo e quais são os benefícios que essa metodologia traz para os negócios. Agora, é o seu momento de implementá-la aí na sua empresa! Para isso, é importante ter um bom controle do seu estoque, com dados atualizados sobre as mercadorias guardadas ali e do seu histórico de movimentações.

Se você já possui um ERP – um sistema de gestão integrada – na empresa, levantar esses dados será algo simples. Agora, se você ainda não trabalha com esse tipo de sistema, será necessário fazer um levantamento de estoque e resgatar as informações contidas em seu plano de negócios para encontrar os dados que você precisa para trabalhar com precisão nestes cálculos.

Para te ajudar com isso, temos outro conteúdo que pode ser bem útil. Continua a leitura em nosso blog conferindo nossas dicas de como realizar um inventário de estoque eficiente e comece hoje mesmo a mudança que o seu negócio precisa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

COMUNIDADE ATS

Junte-se a mais de 25 mil profissionais de PMEs

Receba dicas e materiais exclusivos para melhorar a gestão de PMEs. Faça parte da comunidade.
Open chat
Podemos te ajudar?