Sistema de Gestão Integrado

Entenda qual o melhor sistema de gestão para sua empresa

Encontre a solução ideal para o seu negócio

Entenda qual o melhor sistema de gestão para sua empresa

Os sistemas Resulth da ATS acompanham o crescimento das atividades da sua empresa. São sistemas integrados, de rápida implementação, fácil utilização e excelente custo-benefício.

Solicite um orçamento

Encontre a solução ideal para o seu negócio

Entenda qual o melhor sistema de gestão para sua empresa

Agilize e simplifique as operações da sua empresa com as soluções ATS. Elas vão ajudar você nos principais desafios do dia a dia da sua gestão.

Solicite um orçamento
BLOG

Como usar a gestão de estoque para adequar sua empresa à demanda do cliente

Entenda a importância da gestão de estoque e veja o que a sua empresa pode fazer quando o cliente não encontrar a mercadoria desejada.
Como usar a gestão de estoque para adequar sua empresa à demanda do cliente

Sem dúvida alguma, a gestão de estoque é um dos principais segredos das empresas de sucesso. Essa prática ajuda o seu negócio a identificar facilmente quais são as mercadorias que estão em falta e aquelas que estão sobrando. Dessa forma, o seu empreendimento evita desperdícios e direciona os recursos de forma adequada.

Além dessa parte financeira, a gestão de estoque também ajuda as empresas a conquistarem clientes. Isso porque os consumidores sempre encontrarão os produtos em que estão interessados e manter confiança na marca.

Você está interessado em saber mais sobre o assunto? Neste post abordaremos o que é a gestão de estoque, qual é a importância dessa prática, como fazer esse controle e forneceremos dicas que ajudarão a sua empresa a reverter a insatisfação dos clientes nos casos de falta de mercadorias. Acompanhe a seguir.

O que é a gestão de estoque?

Trata-se de uma das tarefas mais importantes no cotidiano dos negócios que lidam com o estoque de produtos ou mercadorias. Pode ser de, por exemplo, matéria-prima, insumos ou algum produto acabado.

A gestão de estoque demonstra a capacidade da empresa em fazer a organização e o controle da quantidade de cada item em um momento específico. Além disso, essa prática permite a identificação das principais demandas por parte dos consumidores e facilita no conhecimento de toda a variedade de produtos que a sua loja oferece aos clientes.

Por meio dessa prática é possível saber o quanto os estoques valem para a empresa. Esse conhecimento ajuda na identificação dos produtos que apresentam um custo-benefício positivo (vale a pena mantê-los devido ao alto número de vendas) e as mercadorias que estão com um custo-benefício insatisfatório (nessa situação é indicado retirar o produto ou comprar em baixa quantidade por causa do baixo índice de vendas de um determinado item).

Qual é a importância dessa prática?

A gestão do estoque proporciona inúmeros pontos positivos para os negócios. Entre eles estão:

  • identificação das demandas mercadológicas: por meio do conhecimento dos produtos que têm mais saída do estoque da organização é possível saber quais são os itens que apresentam maior demanda, ou seja, aqueles que apresentam maior número de vendas;

  • não perder vendas: quando se sabe quais são as mercadorias mais vendidas, elas serão prioridades no momento de renovar o estoque. Ou seja, você comprará em maior quantidade para que não fique em falta. Dessa maneira, o cliente encontrará aquilo que mais deseja;

  • planejamento de vendas: também é possível saber os períodos em que um determinado item é mais ou menos consumido. Por meio desse conhecimento é possível programar a aquisição desse produto e as campanhas de marketing com a intenção de impulsionar o período de alta da mercadoria;

  • evita prejuízos: com a gestão de estoque, as empresas evitam o acúmulo de mercadorias. Isso não é bem-vindo, pois o acúmulo é sinônimo de desperdício e perda de capital. Caso elas não sejam vendidas, a companhia pode ter prejuízo.

Como controlar o estoque?

Existem algumas fórmulas que ajudarão a sua empresa a fazer o controle das mercadorias de forma eficiente e, assim, evitar que um produto com alta demanda acabe ou que um item fique em excesso nas prateleiras – correndo o risco de perder validade ou eficiência. Entre as principais metodologias estão o PEPS e o custo médio. Abordaremos sobre eles detalhadamente na sequência do artigo. Continue lendo!

PEPS

Trata-se de uma sigla e ela significa “primeiro que entra e primeiro que sai”. Nessa metodologia, as mercadorias mais antigas devem ser vendidas primeiro. Dessa forma, evita-se que alguns produtos fiquem obsoletos ou sem condições de consumo (no caso dos itens perecíveis).

Esse é um dos principais métodos de gestão de estoque usados pelas companhias. Isso porque, com a tendência de aumento dos preços das mercadorias, por causa da inflação, o PEPS valoriza o estoque, pois ele será composto pelos itens novos. Por outro lado, os produtos antigos serão vendidos. Dessa forma, saem os itens mais baratos e a companhia fica com os produtos mais valorizados para serem comercializados posteriormente.

Custo médio

Essa metodologia também é conhecida como média ponderada móvel. Esse método avalia os valores de estoque a cada vez que há entrada de itens, ou seja, compra de mercadorias. Isso é feito por meio do cálculo de uma média ponderada.

Imagine que a sua empresa tenha comprado 10 mercadorias, por exemplo. Desse total, quatro valem R$6,00 e as outras seis custaram R$4,50. Qual será o preço médio nesse caso? Basta fazer o seguinte cálculo: (4×6 + 6×4,50) /10 = (24+27) /10= R$5,10.

Nesse exemplo, portanto, o custo médio dos itens é de R$5,10. Vale destacar que esse método é ideal para as empresas em que os valores dos produtos não sofrem grandes variações, pois será possível ter uma noção geral de quanto está valendo as mercadorias. Além disso, o custo médio e o PEPS são os únicos métodos de gestão de estoque aceitos pela Receita Federal para fins de cálculo do Imposto de Renda.

Como reverter a insatisfação dos clientes nos casos de ausência de estoque?

Realmente essa não é uma situação fácil, mas pode ser revertida por meio de algumas práticas.

Sempre que possível, explique o motivo da falta de um produto. Você pode falar que, devido à alta demanda, ele foi vendido rapidamente. Além disso, dê uma previsão de chegada da mercadoria que a pessoa procura. Dessa maneira, o indivíduo ficará mais tranquilo e saberá quando poderá voltar à sua companhia com a intenção de fazer uma determinada compra. 

Essa é uma solução paliativa, no entanto, não oferece resultados em longo prazo. Por isso, não deixe que esse problema aconteça novamente. Agora, você deve estar se perguntando: qual é a melhor forma de lidar com essa situação?

Nesse momento é importante investir em um sistema de gestão de estoque. Por meio dessa ferramenta, você conseguirá observar a situação de cada produto e verificar qual é o momento ideal para adquirir uma mercadoria. Além disso, evitará sobras no estoque de alguns produtos.

A gestão de estoque é uma das principais práticas e um dos segredos das empresas de sucesso. Por meio dessa prática, as companhias conseguem identificar quais são os produtos mais vendidos e, assim, fazer a reposição dos produtos e maneira adequada. Considerando os benefícios apresentados vale a pena implementar essa prática na sua organização.

Agora que você sabe como adequar seu estoque à demanda, aproveite também para aprofundar seus conhecimentos com o curso Gestão de Vendas da Universidade ATS e melhore ainda mais a gestão da sua pequena e média empresa.

Equipe ATS
Equipe ATS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

COMUNIDADE ATS

Junte-se a mais de 25 mil profissionais de PMEs

Receba dicas e materiais exclusivos para melhorar a gestão de PMEs. Faça parte da comunidade.