Conheça os principais controles financeiros

Conheça os principais controles financeiros

10/08/2015

Os controles financeiros são necessários a todas as empresas, pois fazem parte da base de informações úteis para a tomada de decisões estratégicas relacionadas ao negócio. Esses controles estão entre as melhores práticas de gestão, e monitorar esses dados é fundamental para a saúde empresa. Nas grandes organizações, há estrutura e recursos dedicados aos controles financeiros, que em linhas gerais, costumam ser eficientes e bem definidos. Já nas pequenas e médias empresas, é normal encontrar o empresário assumindo várias funções, que incluem planejamento, marketing, comercial e até mesmo a operacionalização das tarefas. Neste cenário, alguns controles importantes podem não ser priorizados, e essa falha acaba comprometendo a gestão da empresa. Por isso, é essencial acompanhar diariamente determinados dados. Desta forma, é possível garantir melhores resultados e encontrar soluções para boa parte dos problemas, como por exemplo, uma administração mais eficiente do capital de giro, minimizando dificuldades de ordem financeira.

Controles Financeiros Básicos

1. Controle e conciliação de caixa:

Basicamente, é o registro de todas as entradas e saídas de dinheiro, definindo o saldo da operação. O controle financeiro de caixa tem por finalidade verificar se ocorreram erros ou desvios de recursos. Esse controle deve acontecer diariamente, e se existirem diferenças, essas deverão ser apuradas imediatamente.

2. Controle e conciliação bancária:

Este controle é feito através do registro diário de todas as movimentações bancárias e apuração de saldos, ou seja, o cálculo de receitas e despesas. É necessário acompanhar quais foram os créditos realizados nas contas da empresa, além dos pagamentos feitos por meios bancários e de todos os valores debitados em conta. O controle bancário serve para comparação entre os dados levantados pela própria empresa e aqueles cedidos pelo banco.

3. Controle de contas a receber e recebidas:

O objetivo deste controle financeiro é monitorar os valores a receber decorrentes de vendas a prazo. Deve oferecer uma visão clara sobre o total dos valores a receber e estimar quando estarão disponíveis. Serve também para conhecer contas já vencidas e que necessitam de cobrança, além de alimentar a elaboração do fluxo de caixa.

4. Controle de contas a pagar e pagas:

Seguindo o mesmo raciocínio das contas a receber, o controle de contas a pagar propicia que o empresário esteja informado sobre o vencimento dos compromissos. Desta forma, fica mais fácil estabelecer prioridades em momentos de dificuldades financeiras. Também indica valores devidos, de compromissos já vencidos e não pagos, e ainda fornece informações para elaboração de fluxo de caixa.

5. Controle de estoques:

O controle de estoques visa basicamente evitar desvios e fornecer informações sobre produtos vendidos e reposição. Analisando os dados é possível definir estratégias para redução de produtos parados. Este controle deve indicar, ao menos, o valor total do estoque, quantidades de cada produto e custo unitário, estoques sem movimentação, necessidades de reposição.

6. Fluxo de caixa:

O fluxo de caixa precisa ser construído com informações reais, sem erros, por isso a importância de todos os controles citados anteriormente. Esse estudo fornece uma projeção das entradas e saídas de recursos financeiros durante um determinado período. Analisando esses dados, é possível avaliar a necessidade de empréstimos ou como investir o excedente de caixa, buscando otimizar os rendimentos da empresa. O fluxo de caixa é uma ferramenta essencial para a gestão de um negócio. Assumir uma gestão financeira segura e correta, propicia uma visão mais abrangente da empresa, e fundamenta o planejamento de novos investimentos, bem como de projetos, produtos ou mesmo a expansão do negócio. Vale ressaltar que os controles indicados são considerados básicos para um monitoramento financeiro, mas sendo bem feitos, podem trazem ótimos resultados. E para os empresários que buscam aprimoramento e desejam adotar as melhores práticas de gestão, existem também outras ferramentas e indicadores podem ser implementados, favorecendo um controle ainda mais aprofundado da empresa. E você? Como faz o controle financeiro de sua empresa? Pretende adotar algumas das práticas listadas acima? Deixe seu comentário contando para nós e participe dessa conversa!