Entenda as diferenças entre lucratividade e rentabilidade

Entenda as diferenças entre lucratividade e rentabilidade

03/04/2015

A gestão financeira de qualquer empresa é um dos setores mais importantes para o bom funcionamento da mesma. Neste sentido, muitas pessoas ainda confundem certos termos, que podem muitas vezes serem semelhantes , mas que não são iguais em sua origem e aplicação. É o caso da grande confusão que muitos administradores causam em relação à lucratividade e rentabilidade. Muitos empresários acreditam que lucro e rentabilidade é exatamente a mesma coisa, fazendo com que esses índices se misturem. Com isso, o caixa da empresa não demonstra a situação real. Mas para você nunca mais confundi-los e saber a função e importância desses dois termos, fizemos este post para você. Dê só uma olhada!

Lucratividade e rentabilidade, existe diferença?

Basicamente, os dois conceitos tratam de dinheiro que entra na empresa. Mas, a lucratividade diz respeito ao percentual que sua empresa ganha em cada venda. Esse índice é muito importante! Tão importante que, muitas vezes, é o fator mais prezado dentro das empresas. A lucratividade se dá pela equação simples de relação entre o lucro líquido multiplicado por 100, e dividido pela receita total. Já a rentabilidade não está relacionada apenas à questão das vendas, já que ela se dá pelo retorno sobre o investimento. A equação para calcular a rentabilidade também é bastante simples, multiplicando o lucro líquido por 100 e dividindo pelo investimento.

Aplicando a lucratividade e rentabilidade

Mas, o que isso tudo quer dizer na prática? Muita coisa! Isso porque a lucratividade avalia o que se ganha por venda, considerando o que sobra do valor das vendas, em relação aos custos. É um índice que deve ser avaliado constantemente, mas não pode ser o único parâmetro de sucesso financeiro. Isso porque, para colocar a empresa para funcionar, você investiu dinheiro e tempo nela, da mesma maneira que para estabelecer seu estoque, por exemplo, foi necessário um investimento mais elevado. Por isso, a rentabilidade é um fator a ser considerado sempre, pois ele avalia o negócio como um todo e não apenas de forma linear. A lucratividade pode representar o bom resultado em um determinado período, mas muitas vezes ela não leva em conta os valores de compra de estoque ou de custos trabalhistas em longo prazo. Talvez seja um pouco difícil compreender esses dois conceitos de maneira abstrata, então, veja esta simulação de cálculo: Infográfico Situação da empresa É importante sempre calcular a rentabilidade levando em conta o tempo em questão, para obter dados mais fidedignos. Isso tudo mostra que precisamos sempre levar em conta estes dois conceitos, para obter uma melhor precificação e, principalmente, para manter a saúde financeira da empresa sempre em dia. Aliando esses dois dados em práticas de balanços e análises, se torna mais fácil identificar a situação financeira do empreendimento. Você já conhecia a diferenciação e importância desses dois conceitos? Pretende incorporá-los à prática financeira de sua empresa? Deixe seu comentário e conte pra gente. Participe dessa conversa. Dúvidas também serão bem-vindas.