Você conhece a matriz BCG? Entenda sua importância e como ela funciona

22/05/2015

A matriz BCG é um modo de análise que foi criado em meados de 70 por Bruce Henderson, fundador da empresa de consultoria Boston Consulting Group (daí o nome BCG). Henderson criou essa matriz com objetivo de fazer com que as organizações tenham um portfólio de produtos com taxas variadas de crescimento, e participações diferentes no mercado que estão inseridos. Entenda melhor como funciona esse método abaixo.

Sua relação com o fluxo de caixa

Este portfólio gera equilíbrio entre os fluxos de caixa da empresa, pois produtos que apresentam alto nível de crescimento exigem que você aplique mais dinheiro neles para poderem crescer. Entretanto, produtos que vêm demonstrando baixo crescimento devem gerar excesso de capital. Todos os produtos são importantes, e o bom gestor deve possuir estratégias diferenciadas para cada um. A Matriz apresenta diversas estratégias para toda a gama de produtos inseridos, e determina qual produto é tomador de recurso e qual é doador. Com isso, a matriz gera um gráfico onde os itens podem estar alocados em 4 diferentes posições. Vamos entendê-las a seguir.

Como utilizar a Matriz

Podendo ser utilizada para todos os produtos e todas as empresas (independendo do ramo), a matriz tem se mostrado uma forma muito eficiente de determinar estratégias de gestão. Os produtos devem ser alocados dentro da matriz, sendo classificados entre uma das quatro opções, são elas, a “estrela”, “interrogação” (popularmente conhecido como criança problemática), a “vaca leiteira” e o “abacaxi”.

Entenda cada um dos itens da Matriz BCG

A Estrela

A estrela é o produto que demanda grandes investimentos e é líder de mercado, gerando receita para a organização. Normalmente são os produtos que mantêm o equilíbrio entre custos e receitas, entretanto se mantida a fatia de mercado, pode se tornar eventualmente a Vaca Leiteira.

A Interrogação

Em se tratando de fluxo de caixa, é o pior quadrante, pois demanda altos investimentos, tem pequena fatia de mercado e baixo retorno. Caso nada seja feito para aumentar a fatia de mercado, a interrogação pode absorver um grande investimento e se transformar no abacaxi. Em contrapartida, se a participação no mercado aumentar, tem potencial para se tornar uma estrela, se trata de uma decisão de risco.

A Vaca Leiteira

Aqui são os produtos que já têm grande participação no mercado, e os lucros e receitas por ele gerado são altos. Normalmente são os produtos de base da organização, e com os recursos gerados, investe-se em outros produtos ou serviços. Não demanda grande investimento, tendo em vista que o mercado não está em expansão mais. Entretanto deve-se sempre tomar cuidado para não perder fatia de mercado, fazendo assim que ele volte a ser Estrela.

O Abacaxi

São os produtos que detêm pequenas fatias de mercado, e por consequência geram resultados pequenos ou nulos. O crescimento do mercado é o que determina se é ou não possível reerguer o abacaxi, entretanto é uma decisão que exige investimento e risco altos. Alguns gestores afirmam que caso uma empresa se depare com um Abacaxi, a melhor saída é retirar-se daquele mercado. A matriz BCG é uma excelente forma de dar características aos produtos, em especial por ser de fácil entendimento, e estar diretamente relacionada com as decisões estratégicas e financeiras da organização. É uma ferramenta muito difundida e seu uso é altamente recomendável. E você já utiliza a matriz em sua organização? Deixe sua opinião nos comentários!